Domingo de Ramos da Paixão do Senhor da Quaresma

Primeira Leitura: Is 50,40-7

Leitura da Profecia de Isaías 50,40-7

4 O Senhor Deus deu-me língua adestrada, para que eu saiba dizer palavras de conforto à pessoa abatida; ele me desperta cada manhã e me excita o ouvido, para prestar atenção como um discípulo. 5 O Senhor abriu-me os ouvidos; não lhe resisti nem voltei atrás. 6 Ofereci as costas para me baterem e as faces para me arrancarem a barba; não desviei o rosto de bofetões e cusparadas. 7 Mas o Senhor Deus é meu Auxiliador, por isso não me deixei abater o ânimo, conservei o rosto impassível como pedra, porque sei que não sairei humilhado.

-Palavra do Senhor.

-Graças a Deus!

  

Responsório (SL 21)

 Meu Deus, meu Deus, por que me abandonastes?

8 Riem de mim todos aqueles que me vêem, torcem os lábios e sacodem a cabeça:

9’Ao Senhor se confiou, ele o liberte e agora o salve, se é verdade que ele o ama!’

17 Cães numerosos me rodeiam furiosos, e por um bando de malvados fui cercado. Transpassaram minhas mãos e os meus pés

18 e eu posso contar todos os meus ossos. Eis que me olham e, ao ver-me, se deleitam!

19 Eles repartem entre si as minhas vestes e sorteiam entre si a minha túnica.

20 Vós, porém, ó meu Senhor, não fiqueis longe, ó minha força, vinde logo em meu socorro!

23 Anunciarei o vosso nome a meus irmãos e no meio da assembleia hei de louvar-vos!

24 Vós que temeis ao Senhor Deus, dai-lhe louvores, glorificai-o, descendentes de Jacó, e respeitai-o toda a raça de Israel!

 

Segunda Leitura: Fl 2,6-11

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses 2,6-11

6 Jesus Cristo, existindo em condição divina, não fez do ser igual a Deus uma usurpação,7 mas ele esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e tornando-se igual aos homens. Encontrado com aspecto humano, 8 humilhou-se a si mesmo, fazendo-se obediente até a morte, e morte de cruz. 9 Por isso, Deus o exaltou acima de tudo e lhe deu o Nome que está acima de todo nome. 10 Assim, ao nome de Jesus, todo joelho se dobre no céu, na terra e abaixo da terra, 11e toda língua proclame: ‘Jesus Cristo é o Senhor’, para a glória de Deus Pai.

-Palavra do Senhor.

-Graças a Deus!

  

Anúncio do Evangelho: ( Mt 26,14-27,66)

 O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo: 1 Havia um doente, Lázaro, que era de Betânia,o povoado de Maria e de Marta, sua irmã.
2 Maria era aquela que ungira o Senhor com perfume e enxugara os pés dele com seus cabelos. O irmão dela, Lázaro, é que estava doente. 3 As irmãs mandaram então dizer a Jesus: ‘Senhor, aquele que amas está doente.’
4 Ouvindo isto, Jesus disse: ‘Esta doença não leva à morte; ela serve para a glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela.’
5 Jesus era muito amigo de Marta, de sua irmã Maria e de Lázaro. 6 Quando ouviu que este estava doente, Jesus ficou ainda dois dias no lugar onde se encontrava.
7 Então, disse aos discípulos: ‘Vamos de novo à Judéia.’
8 Os discípulos disseram-lhe: Mestre, ainda há pouco os judeus queriam apedrejar-te, e agora vais outra vez para lá?’
9 Jesus respondeu: ‘O dia não tem doze horas? Se alguém caminha de dia, não tropeça,
porque vê a luz deste mundo. 10 Mas se alguém caminha de noite, tropeça, porque lhe falta a luz’. 11 Depois acrescentou: ‘O nosso amigo Lázaro dorme. Mas eu vou acordá-lo.’
12 Os discípulos disseram: ‘Senhor, se ele dorme, vai ficar bom.’ 13 Jesus falava da morte de Lázaro, mas os discípulos pensaram que falasse do sono mesmo.
14  Então Jesus disse abertamente: ‘Lázaro está morto. 15 Mas por causa de vós, alegro-me por não ter estado lá, para que creiais. Mas vamos para junto dele’.
16 Então Tomé, cujo nome significa Gêmeo, disse aos companheiros: ‘Vamos nós também para morrermos com ele’.
17 Quando Jesus chegou, encontrou Lázaro sepultado havia quatro dias. 18 Betânia ficava a uns três quilômetros de Jerusalém. 19 Muitos judeus tinham vindo à casa de Marta e Maria para as  consolar por causa do irmão.
20 Quando Marta soube que Jesus tinha chegado, foi ao encontro dele. Maria ficou sentada em casa.21 Então Marta disse a Jesus: ‘Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido.22 Mas mesmo assim, eu sei que o que pedires a Deus, ele to concederá.’
23 Respondeu-lhe Jesus: ‘Teu irmão ressuscitará.’ 24Disse Marta: ‘Eu sei que ele ressuscitará na ressurreição, no último dia.’
25Então Jesus disse: ‘Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, mesmo que morra, viverá. 26 E todo aquele que vive e crê em mim, não morrerá jamais. Crês isto?’
27 Respondeu ela: ‘Sim, Senhor, eu creio firmemente que tu és o Messias, o Filho de Deus, que devia vir ao mundo.’
28 Depois de ter dito isto, ela foi chamar a sua irmã, Maria, dizendo baixinho: ‘O Mestre está aí e te chama’.
29 Quando Maria ouviu isso, levantou-se depressa e foi ao encontro de Jesus. 30 Jesus estava ainda fora do povoado, no mesmo lugar onde Marta se tinha encontrado com ele.
31 Os judeus que estavam em casa consolando-a, quando a viram levantar-se depressa e sair, foram atrás dela, pensando que fosse ao túmulo para ali chorar. 32 Indo para o lugar onde estava Jesus, quando o viu, caiu de joelhos diante dele e disse-lhe: ‘Senhor, se tivesses estado aqui, o meu irmão não teria morrido.’
33 Quando Jesus a viu chorar, e também os que estavam com ela, estremeceu  interiormente, ficou profundamente comovido, 34 e perguntou: ‘Onde o colocastes?’
Responderam: ‘Vem ver, Senhor.’35 E Jesus chorou.36 Então os judeus disseram:
‘Vede como ele o amava!’37 Alguns deles, porém, diziam: ‘Este, que abriu os olhos ao cego, não podia também ter feito com que Lázaro não morresse?’
38 De novo, Jesus ficou interiormente comovido. Chegou ao túmulo. Era uma caverna, fechada com uma pedra. 39 Disse Jesus: ‘Tirai a pedra’!Marta, a irmã do morto, interveio: ‘Senhor, já cheira mal. Está morto há quatro dias.’ 40Jesus lhe respondeu:’Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus?’
41 Tiraram então a pedra. Jesus levantou os olhos para o alto e disse: ‘Pai, eu te dou graças porque me ouviste.
42 Eu sei que sempre me escutas. Mas digo isto por causa do povo que me rodeia,
para que creia que tu me enviaste. ‘
43 Tendo dito isso, exclamou com voz forte: ‘Lázaro, vem para fora!’ 44 O morto saiu,
atado de mãos e pés com os lençóis mortuários e o rosto coberto com um pano.
Então Jesus lhes disse: ‘Desatai-o e deixai-o caminhar!’
45 Então, muitos dos judeus que tinham ido à casa de Maria e viram o que Jesus fizera, creram nele.

-Palavra da Salvação.

-Glória a vós, Senhor!

 

Anúncio do Evangelho da Procissão: ( Mt 21,1-11)

 O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo: 1 Jesus e seus discípulos aproximaram-se de Jerusalém e chegaram a Betfagé, no monte das Oliveiras. Então Jesus enviou dois discípulos, 2 dizendo-lhes: ‘Ide até o povoado que está ali na frente, e logo encontrareis uma jumenta amarrada, e com ela um jumentinho. Desamarrai-a e trazei-os a mim! 3 Se alguém vos disser alguma coisa, direis: ‘O Senhor precisa deles, mas logo os devolverá’.’4 Isso aconteceu para se cumprir o que foi dito pelo profeta: 5′ Dizei à filha de Sião: Eis que o teu rei vem a ti, manso e montado num jumento, num jumentinho, num potro de jumenta.’ 6 Então os discípulos foram e fizeram como Jesus lhes havia mandado. 7 Trouxeram a jumenta e o jumentinho e puseram sobre eles suas vestes, e Jesus montou. 8 A numerosa multidão estendeu suas vestes pelo caminho, enquanto outros cortavam ramos das árvores, e os espalhavam pelo caminho. 9 As multidões que iam na frente de Jesus e os que o seguiam, gritavam: ‘Hosana ao Filho de Davi! Bendito o que vem em nome do Senhor! Hosana no mais alto dos céus!’ 10 Quando Jesus entrou em Jerusalém a cidade inteira se agitou, e diziam: ‘Quem é este homem?’ 11E as multidões respondiam: ‘Este é o profeta Jesus, de Nazaré da Galiléia.’

-Palavra da Salvação.

-Glória a vós, Senhor!

Paróquia São Lucas Evangelista